quinta-feira, 30 de abril de 2015

Tempestade

Eu sou a tempestade
que leva para longe seus pensamentos,
que sopra palavras de dias como deveriam ser.
Eu sou a tempestade
que você espera para se molhar,
que cai lentamente e beija seu corpo inteiro.
Eu sou a tempestade
que te faz lembrar dos desencontros,
que faz da primeira sempre a última chance.
Eu sou a tempestade
que ama o raio de sol,
que anoitece pensando no amanhecer.
Eu sou a tempestade
que preenche a falta que te faz viver um futuro bom,
que devasta as incertezas dos dias como são.
Eu sou a tempestade
que segura suas mãos e te chama pra dançar,
que escurece com a certeza que você vai me pedir pra ficar.
Eu sou a tempestade
que bagunça seu sentido,
te faz me querer longe e perto ao mesmo tempo,
te traz os sonhos que são reais por um momento.
Eu sou a tempestade
que agita seu mar,
que te abraça como se logo toda chuva fosse acabar.
Eu sou a tempestade
que persegue a eternidade dos filmes que acabam,
que vai parando devagar,
que passa por você mais uma vez,
e mesmo com saudade não sabe quando vai voltar.


Nenhum comentário: