sexta-feira, 6 de junho de 2014

Chances



Não me importam as notícias dos jornais,

eu só quero sentir meu corpo fazer parte do seu calor,

do seu cheiro, dos seus beijos,

desse jeito só nosso e de mais ninguém.

Quais são as chances disso acontecer novamente?

Eu vejo um mundo que elogia seu sorriso,

mas desconhece suas lágrimas,

eu vejo um mundo que contempla sua beleza,

mas desconhece seus medos.

Eu trocaria mil universos,

pra ser uma ilha no seu mapa,

é que ser parte de quem você é,

me completa mais do que ser apenas eu.

Eu que nunca fiz promessas,

sou escritor de uma eternidade que começa todos os dias,

que acorda no meio da noite para te abraçar,

que ouve seus sonhos e esforçadamente tenta realizar,

que ouve seus reclames e suas risadas sem parar.

Não me importam as opiniões,

são gotas de chuva enquanto vivemos dias de Sol,

e me perguntam se é cedo,

me perguntam se é certo,

me falam sobre certezas e riscos,

e eu não tenho um relógio que marque o tempo certo,

conheço o jeito certo por já ter vivido o errado,

corro o risco de viver um dia de cada vez,

qual seria o risco de viver uma vida amando você?

E sobre certezas…

Apenas tenho a certeza de que te quero,

quero você sem faltar nenhum detalhe,

e quais são as chances disso acontecer novamente?

Nenhum comentário: