quarta-feira, 27 de julho de 2011

Se o mundo fosse meu


Se o mundo fosse meu,
ele estaria jogado em algum lugar feito para o que queremos esquecer,
assim como as palavras ditas, as histórias tristes,
e as chances perdidas.
Se o mundo fosse meu,
ele seria um homem velho,
sentado em uma praça esperando por companhia,
quem sabe pra contar sobre as desventuras da vida.
Se o mundo fosse meu,
ele seria uma gota de chuva,
que escolhe quem vai molhar,
porém não encontraria ninguém.
Se o mundo fosse meu,
seria repleto de mais solidão,
teria menos amores eternos e suas traições,
dizer te amo só seria possível falar,com o coração.
E a saudade, sim, essa deixaria de existir.
Se o mundo fosse meu,
correr para todas as direções seria o mesmo que desistir,
e a opinião de cada um, seria simplesmente de cada um,
e todos fariam questão de guardar pra si.
Se o mundo fosse meu,
teria a cor de um sorriso,
e a intensidade de rir sem saber o porque,
e pelo menos uma vez,
viveríamos sem precisar sentir que poderíamos ter vivido mais.
Se o mundo fosse meu,
ele seria um dançarino,
o predileto das estrelas,
esqueceria que as pessoas que nele vivem,
são meros caçadores de recompensas,
e giraria ao som do mar,
giraria dançando com o Sol e com a Lua,
sem nem ao menos notar que com isso o tempo passa,
e nem todas as coisas que nós meros caçadores almejamos,
conseguimos alcançar.
Se o mundo fosse meu,
iria de um dia acontecer,
que esse mundo tão meu,
ficaria cinza, triste e sem lugar para orbitar,
esse mundo tão meu, precisaria de alguém melhor que eu,
e então esse meu mundo seria bem mais feliz,
se fosse inteiramente de Deus.

Um comentário:

Maria Luiza Silveira Teles disse...

David:
Estou impressionada de verdade com seu talento! É um orgulho para mim tê-lo no rol de meus seguidores! Um grande abraço,
Maria Luiza