segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Só pra te lembrar


É um dia de Sol em meio a meses de chuva,
poder de tocar,
poder te conhecer,
poder te olhar e saber que mesmo que por alguns momentos,
tudo é real.
São como dois mundos que colidem,
por orbitarem perto demais,
é poder ter a certeza,
que até quando você não percebe,
você é mais valiosa do que uma constelação.
Todas as canções foram feitas pra você,
já que todas me trazem você pra perto,
mesmo quando eu vejo que tudo parece bem distante,
e é tão suficiente pra mim te tratar como a pessoa mais importante.
O mundo inteiro desaba,
as promessas importantes são deixadas pra mais tarde,
é que amores que são eternos por serem amor,
deixou de fazer parte,
daquilo tudo que antes nos motivava a viver.
Mas é quando me flagro perdido pensando em você,
que pouco me importam grandes promessas,
e planos para um amanhã que foi inventado,
por aqueles que tem medo de viver o agora,
é quando me perco ao te encontrar nos meus pensamentos,
nas lembranças,
nas frases que ensaio, mas não consigo falar,
em tudo que você é e parece não notar.
Se realmente existe um tempo,
eu rezo pra que tudo vá devagar,
pra que eu viva a menor fração de cada instante,
já que o tempo não pode permanecer no mesmo lugar,
já que tudo que vivemos nunca mais vai voltar.
Se for saudade,
que seja do seu cheiro, do seu jeito, do seu beijar,
que seja de tudo que ainda não vivemos,
ou até mesmo de tudo que poderia ser,
mas que seja toda a saudade do mundo por não te ter.
Essas são palavras repetidas,
misturada com tudo que diz o meu olhar,
e meu olhar quando te vê,
desenha tudo que você é, mas esqueceu que é,
esqueceu que é a mais linda,
até quando transparece um ciúme que diz não ter,
esqueceu que é a mais incrível,
que cada um dos seus detalhes dariam uma exposição de arte,
esqueceu de tantas coisas,
e essas palavras são só pra te lembrar.

2 comentários:

Fabiane disse...

Lindo demais!

Grasiele Pereira disse...

Nao canso de ler seus textos!!