quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Não faz sentido (Todos os motivos pra ela não entender)



Não faz sentido as estrelas que brilham depois do temporal,
não faz sentido chover e fazer Sol,
e é isso que tornam coisas simples algo incrível.
E eu sei que não faz sentido,
imaginar minha vida sem seu jeito doce de sorrir,
sonhar com algo bom e a cada sonho te encontrar.
Não faz sentido o Sol que se poe,
deixando com cor de ouro o mar,
não faz sentido o vento que dança com seus cabelos,
mas é isso que faz das coisas banais algo belo.
E eu sei que não faz sentido,
a saudade que sinto de viver com você tantas coisas,
que infelizmente não viveremos,
a vontade de encontrar em você um amor pra vida inteira,
um lugar pra retornar,
um lar,
uma vida,
uma história que não acaba em fim.
Não faz sentido ver pela primeira vez o coração do filho a bater,
a sensação que se tem quando se descobre,
que o amor é real,
e isso faz das normalidades algo especial.
É o ganhar um urso com muito esforço numa máquina de brincar,
é rir das coisas fúteis da vida,
é comemorar em uma segunda-feira,
são as mãos que se tocam no cinema,
os olhos que brilham ao se encontrarem.
São coisas que não fazem sentido,
mas que por serem reais resolvemos acreditar,
e assim vivemos sonhos,
fazemos planos,
chegamos em algum lugar,
porque as coisas que não fazem sentido hoje,
serão as que amanha teremos mais vontade de tocar.
E eu sei, simplesmente sei,
que você não entende,
afinal não faz sentido,
mas tudo é uma questão,
de viver pra sentir,
sentir pra entender,
entender as coisas sem sentido,
entender que seria impossível,
te conhecer e não me apaixonar você.

Nenhum comentário: