domingo, 13 de dezembro de 2009

Vez por vez (Palavras sem sentido)

Você vai aprender a amar,
como um doce que ficou em sua boca,
como a lembrança do melhor momento,
que ninguém jamais viveu.
Alguém melhor pra você,
te ama sem você querer,
e quem você quer não quer com a mesma intensidade você.
Vá dormir tarde hoje,
fique esperando ela ligar,
já que por duas vezes você não atendeu.
Quero muito seu beijo,
viver independente,
estar em qualquer lugar,
melhor que a pessoa dos sonhos,
é a pessoa real.
Aquele garoto apaixonado,
contou segredos pra você,
e hoje os sonhos acordaram gritando,
querendo ser parte do que pra nós é tão real.
Montaremos nossa casa imaginária,
como crianças na areia,
deixaremos pra mais tarde,
as confusões cotidianas,
e dormiremos na sala,
depois de rir toda a madrugada.
O mundo está completamente louco,
e eu bem que te avisei,
que romances ideais,
só acontecem no cinema,
mas você dormiu durante a sessão inteira.
É cedo demais pra falar o que realmente desejo?
Então vamos conhecer o mundo,
rir do sutaque estrangeiro,
inventar palavras novas,
pra responder que não temos isqueiro.
Isso tudo vai passar,
e só vale a pena viver tudo que passa, com você,
já que a eternidade está reservada pra mim e pra você.
Quem te falou que estamos longe?
A distância não existe se o que nos faz amar está dentro de nós,
e eu amo poder dizer nós,
diferentemente de quando nos sentimos sós.
Não procure sentido,
as palavras simplesmente estão vindo,
vez por vez sem pedir seu raciocínio,
e o que não deu certo se perde em meio a um novo início,
pois como nos engaram a vida toda,
vivemos o que escrevemos e não o que está escrito.
Uma concha sem pérola jogada na areia,
um olhar que se fechou,
a besteria de querer convencer que o amor,
não precisa convencer,
só amar, como eu sonho amar você,
sem você saber, sem você acreditar,
sem você entender,
mas só por você também me amar.

2 comentários:

MilsonAT disse...

Showw!! Rs.
koé segui meu blog tb ... tem um texto lá.. q tu vai "gostar".
abraços SAUDADES IRMÃO!!

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.