quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Peças fora do lugar

É estranho olhar e não te ver mais,
sentir sufocar o peito,
palavras que não foram ditas,
dizer adeus sem aceitar a despedida.

É estranho não ver mais o seu sorriso,
fotografias se repetindo,
sem ter ningém que preencha seu lugar,
dizer te amo sem você escutar.

Como se sentir estando dormente?
Como entender o que não se entende?
Como achar sentido onde não existe?
Como sorrir estando triste?
São peças fora do lugar.

Você me pediu pra não chorar,
ser forte enquanto eu pudesse agüentar.
Você me convenceu sobre a esperança,
de um dia novamente te reencontrar.
Você me prometeu que no final,
não restariam peças fora do lugar.

Um comentário:

Ana disse...

"Você me convenceu sobre a esperança,
de um dia novamente te reencontrar.
Você me prometeu que no final,
não restariam peças fora do lugar"

Adorei..=)