terça-feira, 28 de julho de 2009

Ela vai ser amada

Ela acorda cedo e nem precisa se olhar no espelho,
o Sol já nasce gritando quão linda ela é,
e com um sorriso engraçado ela pensa no que deve fazer.
Quantas vezes ela já chorou antes de dormir,
já escreveu cartas pra ninguém lê,
se apaixonou e se partiu ao anoitecer,
mas ela só quer ser amada,
como o jardineiro ama a flor.
Ela vai ser amada,
como um mundo que gira ao seu redor.
Ela vai ser amada,
como um amor que ama por não conseguir deixar de ser amor.
Ela é forte e indecisa,
voa sem sair do chão dentro do seu olhar de distraída,
e as vezes de tão forte esconde nas risadas suas feridas,
e de tanto se dedicar acaba por ser esquecida.
Quantas vezes ela quis fazer tudo diferente,
ter mais que momentos bons,
sem precisar ser o início, meio ou o fim,
ser apenas alguém que seja o motivo de alguém existir,
porque ela só quer ser amada,
como o jardineiro ama a flor.
Ela vai ser amada,
mesmo com a tempestade cobrindo o litoral.
Ela vai ser amada,
com um coração que não cabe em si.
Ela toma banho cantando,
suas canções repetidas,
guarda poemas antigos,
e fala de viver um amor não vivido,
um amor pra vida inteira,
um amor que pra ela não é besteira.
Seus olhos grandes brilham como estrelas,
que ofuscariam o Sol,
ela me conta sobre seus desatinos e erros,
esperando que eu fale palavras que a façam se sentir melhor,
mas o que ela não sabe,
é que ela só quer ser amada,
que ela só precisa de alguém pra se molhar no temporal,
e suportar ao lado dela os conflitos de uma vida inteira.
Ela vai ser amada,
como o jardineiro ama a flor,
a flor em seus cabelos.
Ela vai ser amada,
como crianças escrevendo nomes e corações no caderno,
como adultos enfrentando juntos crises do casamento.
Ela constrói pontes e derruba muros,
pararia o mundo inteiro pra ver alguém melhor,
é que ela é a garota dos sonhos num mundo de segredos,
ela é um amor secreto no meu mundo de sonhos.
Quantas vezes sem entender,
são milhas e milhas,
pra entender o porque de uma porta que se fechou,
mas a esperança dela permanece em um dia melhor,
os dias em que ela será amada,
como um jardineiro ama a flor.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Se apaixona por mim?

Se eu deixar você ser meus dias de Sol,
e me entregar aos sonhos que se tornam reais,
só por você existir,
você então promete se apaixonar?
Se eu sentir por você a saudade,
que o tempo sente de seus melhores momentos,
e querer ficar pra sempre do seu lado,
você promete se apaixonar por mim?
Se eu der meu coração só pra você,
e todo meu sentimento a ti confiar,
promete não partir-me ao partir,
nem me despedaçar como uma flor,
levando-me como um perfume que vai se acabar?
Se eu acordar mais cedo só pra te olhar dormir,
e te encher de palavras que você já me ouviu falar,
promete se apaixonar de novo só por mim?
Se eu for sincero e te achar linda todas as vezes,
e você rindo não acreditar,
se eu deixar recados no espelho do banheiro,
e te dar flores em dias comuns,
promete se apaixonar por mim?
Se eu lembrar dos seus pequenos detalhes,
e dar valor as coisas simples,
e amar tudo em você,
até mesmo aquelas que por alguns instantes vou odiar,
promete se apaixonar por mim?
Se eu der por inteiro o que por completo será pra sempre seu,
meu amor imperfeito, meu sorriso bobo e o jeito que te faço rir,
então você verá o que sou sem precisar te convencer,
que o mundo é mais nosso,
porque somos dois,
sonhando de mãos dadas,
tendo conversas sem sentido antes de dormir,
vivendo sonhos nessa vida que fica mais fácil por ter você aqui,
prometendo me fazer feliz.
Se eu te entender e me interessar por todos seus assuntos,
só cobrando seu cafuné em mim,
promete se apaixonar por mim?
Se deixar tudo por você,
promete não quebrar de dor minhas fragéis idéias de te fazer feliz,
porque já não sei aguentar a vida sem nós dois,
nem saberei achar alguém mais linda que eu possa amar,
e prometer meu mundo de tempestade que perto de ti,
é simplesmente um céu azul.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Meu sonho de sonhar com você

Sonhei que era alguém que não tinha deixado de sonhar,
nesse sonho tudo estava de volta no lugar,
nosso olhar se cruzou e não se perdeu,
nós nos beijamos e você não me esqueceu.
Você me dizia que queria ver o Sol se perder no mar,
eu me perdia ao ouvir você falar,
palavras de um amor que só existia em mim.
No meu colo suas risadas e seu jeito sem graça,
de rir das minhas bobeiras.
No meu jeito o seu disfarce perfeito,
pra dizer que minhas palavras são de brincadeira.
Sonhei que era alguém que não tinha deixado de sonhar,
nesse sonho continuamos dançando quando a música acabou, nosso momento de tão bom tocou o que era eterno,
e o desejo de ser eterno enquanto dure, durou.
Você me puxava pra perto só pra me ouvir dizer que eu era todo seu,
e eu brincava de te beijar só pra ouvir você falar,
que queria ter me conhecido antes.
No meu abraço sua vontade de querer ficar,
de ficar ouvindo meu coração bater.
No meu peito a dor sufocante de ficar sem saber o que dizer,
quando te vejo e percebo que não sei viver sem você.

quarta-feira, 15 de julho de 2009

Ele é como você

Uma noite fria pode dizer pouco pra você,
mas quando tudo que se tem é a chance de se arrepender,
e isso é negado a você,
em um lugar onde só pessoas perfeitas ficam de pé,
se sentir incapaz já não se faz uma opção pra você.

"Ele está com a arma na mão,
com mais coragem do que antes,
sem saber o que fazer,
e ele não é herói,
é só alguém como você."

As portas fechadas o lembram a cela em que estava,
seu dasabafo é contado através das tatuagens em seu corpo,
é triste ouvir sem saber o que dizer,
o Deus que é pregado está tão longe,
que de tão comerciante parece não existir.
As lágrimas caem sem querer,
é um homem dentro de um coração despedaçado,
ou um coração despedaçado dentro de um homem desesperado?
Tortura e dor dentro daqueles olhos lacrimejados,
as palavras dele caiam como um cravo em minhas mãos,
uma igreja santa não tem espaço pra alguém tão culpado.

"Ele está com a arma na mão,
com mais coragem do que antes,
sem saber o que fazer,
e ele não é herói,
é só alguém como você."

Ele fala de uma filha e suas duras palavras,
ele fala de sua tristeza ao ver o rosto de quem amava,
se transformando no rosto de alguém decepcionada,
e ele grita em seu silêncio que aquilo o mata,
mas que o câncer em seu corpo.
Tenho tanta vontade de dizer sobre o Deus que conheço,
mas ninguém ao meu redor parece conhecer,
ele se sente abandonado por um Deus,
que abençoa qualquer um que faça por merecer,
que é fiel aos fiéis e ignora qualquer um que não crê,
e com a arma na mão ele me pergunta: quem é que nasce crendo?
E eu nada posso fazer, porque ele é alguém como eu,
sem saber o que fazer.

Hey pastor!

Nossos pastores estão ficando ricos,
miseráveis se agrupam,
se esquecendo que eram um povo nobre.
Na lista de convidados não está meu nome,
meu dízimo é pequeno demais,
será mesmo necessário seu carro importado?
O Deus do mais que o bastante,
parece ter achado caro.

Hey pastor, antes de se justificar,
ajude aquela irmã ela precisa,
de um teto pra morar.
Hey pastor, antes de se justificar,
ajude aquele senhor,
ele precisa de remédios pra tomar.

Nossos irmãos estam aprisionados,
os livres se prendem,
se esquecendo que nasceram pra liberdade.
Pra sua festa não fui chamado,
uma mansão na California seria mesmo um barato,
mas tenho um outro compromisso marcado,
preciso visitar alguns amigos,
que você fatalmente chama de desviados.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Só você aprendeu a voar

Enfim chega-se ao fim e em pedaços as fotografias no chão,
não existem culpados,
só o tempo parece ter um álibi que merece ser investigado.
É tarde demais pra encontrar desculpas esfarrapadas,
afinal nossos sonhos vestiam roupas de gala,
e agora o que restou além das promessas quebradas?
Só a história infinita que teima em terminar,
só meu desejo egoísta de pedir pra você voltar,
só seu olhar triste no momento da despedida,
então voe, mesmo que não saiba voltar,
voe onde a chuva faz moradia,
em algum lugar chamado tempestade,
você deverá encontrar meu olhar distraído por lá.
Enfim chega-se ao precipício na estrada,
linda a vista daqui, não acha?
Onde se escondiam nossas lembranças engraçadas,
ficaram as rachaduras das discussões que não levaram a nada,
então vamos ficar aqui, caçando estrelas,
esperando que acordermos disso tudo ao amanhecer.
Restarão chances quase impossíveis de alcançar,
um nunca mais é fadado a quase sempre acontecer,
mas eu serei um vencedor,
só ao me encontrar mesmo sem ter você,
afinal chegamos ao fim da estrada,
e só você aprendeu a voar,
só você enxergou razões pra não ficar.
Só nós saberemos a dor das promessas quebradas,
só você saberá a dor de não ser esperada,
só eu saberei a dor de ter sido a pessoa deixada,
mas quem poderia viver uma vida inteira faltando pedaços?
Quem amaria um anjo sem ter a certeza de que um dia viveriam separados?
Enfim chega-se ao fim a utopia de amar de longe,
e de longe querer se sentir perto,
então faça o que você faz melhor, e voe,
porque eu só aprendi a ver você partir.