segunda-feira, 30 de março de 2009

Respirar você

Ouço sua voz nesse momento,
não sou tudo que poderia ser,
mas tenho me esforçado tanto,
pra ser o coração que bate dentro de você.
Tudo é insuficiente,
por isso não posso responder suas perguntas,
sobre o futuro, sobre o que sinto,
sobre o quanto tem sido difícil,
viver sem respirar você.

Eu vou com minhas asas quebradas,
tentar voar sobre nossas fotografias rasgadas.
Eu vou sem palavras pra dizer nada,
derrubar a parede entre nós,
quem sabe assim e só assim,
você entenda minha cabeça baixa,
ao ver que não importa o que eu faça,
o vento na janela só lembra,
o que eu deixei de fazer.

Não repare em meus olhos,
o vermelho ofusca o castanho,
eu não sei lidar bem com isso,
finais de semana sem ninguém ao lado,
esse meu jeito de ser mal interpretado.
E se mentir for suficiente,
eu estarei do lado errado,
então não me peça pra maquiar o que sinto,
e deixar de dizer que preciso de você aqui,
e sofro a cada dia por não conseguir respirar você.

Nenhum comentário: