domingo, 25 de janeiro de 2009

Sufocos e tentativas

Sufoca o peito saber que ela não está aqui,
e não adianta fechar os olhos,
ou dizer que está tudo bem,
nada muda o fato,
dos segundos se passarem lentos.


Dói querer te ter,
e saber que você se foi.
Dói ver o céu azul,
nublando sobre mim.
É que mais que tudo,
eu só queria você aqui.


Aperta a garganta saber que ela não está aqui,
e não adianta me distrair,
ou procurar algum lugar pra ir,
nada muda o fato,
de tudo parecer estar parado.


Eu repenso em tudo pra tentar esquecer.
Eu escrevo coisas que você não vai ler.
Eu revivo momentos pra adormecer.
Eu tento de alguma forma,
me adaptar ao fato de não ter ter aqui.



Nenhum comentário: