sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Tudo

Me diga,
se eu não te amei até o último segundo?
Se eu não fiz ao teu redor,
girar meu mundo?
Se as flores de plástico,
hoje não têm fôlego pra respirar?
Se tampas de refrigerante,
hoje não são de ouro pra te presentear?



Me diga,
se eu não te fiz mais feliz que todo mundo?
Se não fui ao final,
do poço mais fundo?
Se entre o pôr-do-Sol e o seu nascer,
as chances não foram dadas todas a você?
Se o tempo que é igual pra todos,
eu não dediquei todo a você?



Eu fiz tudo,
tudo que pude,
pra você me conhecer.



Eu fiz as lágrimas nos teus olhos,
mas também fiz teu sorriso.
Eu fiz o Sol, o mar, e tudo que há.
Eu fiz os dias que você não entende,
mas também os que você fica contente.
Eu fiz estrelas, o frio, tudo pra você notar...

Nenhum comentário: