sexta-feira, 7 de novembro de 2008

E sem cor tudo é incolor

Meu mundo incolor foi colorido pelo seu olhar,
e em mim nada mais é preto e branco,
todo sentimento de tão profundo se perdeu,
e só consigo achar explicações que ninguém me deu,
mas no fim de cada ligação,
eu digo eu te amo querendo dizer que sou todo seu.
As vezes penso que vou acordar,
e teu avião já terá partido,
e vejo que arrancaram folhas do nosso livro,
apagaram as palavras da nossa história,
mas volto a sonhar,
pois um pesadelo maior do que te perder,
é sonhar e nesse sonho não te ter.
Olhos cheios d' água,
é que logo vai chegar o último pôr-do-Sol,
e ele durará apenas alguns segundos,
e não terei quem aquecer,
lembro-me então que em máteria de esquecimento,
eu sempre me esqueci de aprender.
Enfim se eu te decepcionar,
e pedindo pra você ficar cante mil canções,
não me leve a mal,
é que sem você diamantes quebram como vidro,
e por falta de valor o ouro é dado e não vendido.
E no meio do olhar de todo mundo,
me sinto invisível,
e me chamam várias vezes no meio da minha distração,
de só ficar imaginando como será,
viver sem você em um mundo sem cor,
onde sem você tudo é incolor.

Nenhum comentário: