sábado, 6 de outubro de 2007

Nada a perder

Não largue minhas mãos,
preciso apenas de um toque seu,
é que nada tenho de valor,
para atrair teu olhar.
E com a esperança de uma geração,
que o busca por te amar,
eu quero que meus momentos com você,
sejam eternos.
Já não tenho nada a perder,
tudo que tinha lancei aos teus pés.
Já não tenho nada a perder,
o meu começo e meu último suspiro,
eu te entreguei.

Não deixe de me procurar,
eu quero aprender a te adorar,
de um jeito que haja sorrisos em teus lábios,
e haja prazer ao ver meu nome em tuas mãos.
E com a esperança de uma geração,
que te quer pelo que Tu És,
eu quero que meus momentos com você,
sejam eternos.
Já não tenho nada a perder,
tudo que tinha lancei aos teus pés.
Já não tenho nada a perder,
o meu começo e meu último suspiro,
eu te entreguei.

Nenhum comentário: